Motivo do decreto e devido a forte estiagem em nosso município.

A prefeita Adriane Schramm recebeu em seu gabinete o Chefe Regional da Defesa Civil de Uruguaiana o Major Reinaldo Castro, onde se reuniu com os secretários municipais, Administração: Carine Teixeira Nicola Possamai, Agricultura: Jango Leonel Gomes Barcelos, o Coordenador Municipal da Defesa Civil Louricio de Almeida Bitencourt, demais membros da Coordenadoria: Vanessa Trindade Braga, Claudia Viviane Acosta de Lima e com Chefe do Escritório da Emater/RS – ASCAR, Leonardo de Oliveira Carneiro. O assunto da reunião foi as perdas na agricultura e pecuária e a falta de água nos poços artesianos afetando o abastecimento de água potável a comunidade do interior, com a falta de chuva no período de novembro de 2019 a fevereiro de 2020. A soja segundo o Chefe da Emater/RS - ASCAR Leonardo de Oliveira Carneiro mostrou que a perda da soja foi gradativa com o período sem chuva na época de floração do grão acarretando a perca de aproximadamente de 20% a 30% da lavoura de soja. O arroz também teve perdas devido à escassez de água nas barragens. A pecuária sentiu com a falta de capim verde e água para a hidratação do gado de corte e leiteiro em nosso município, tudo isso contribuiu com os primeiros laudos apresentados ao Major Reinaldo que orientou a prefeita Adriane a Decretar a situação de emergência devido a estiagem e através destes laudos realizados pela Coordenadoria Municipal da Defesa Civil. O fenômeno é o mais grave no Estado desde a safra 2011-2012, conforme Secretario de Agricultura do Estado em exercício, Luiz Fernando Rodriguez Júnior.

Data de publicação: 19/02/2020

Créditos: Ascom. Lucas Barcelar

Créditos das Fotos: Ascom. Lucas Barcelar

Compartilhe!